22nd nov

2013

Tratamento de Queimaduras (Enxerto, Retalho) (realizado em ambiente hospitalar)

As queimaduras são lesões, geralmente restritas à pele, decorrentes da liberação de energia na forma de calor junto ao corpo. Variam muito de importância e gravidade, dependendo do agente causador, que pode ser líquido aquecido, fogo, álcool, gasolina e querosene incandescentes e outros agentes químicos, eletricidade, etc. O tempo de contato deste agente com o corpo, assim como a extensão do corpo atingida e o tempo transcorrido entre o acidente e o primeiro socorro são fatores que podem influenciar no tipo e extensão do problema .

A causa mais comum é a queimadura por líquidos aquecidos (água, leite, café, gordura quentes), geralmente em casa e na cozinha. Crianças, infelizmente, são as mais acometidas neste tipo de acidente. Em segundo lugar vêm os acidentes causados pelo álcool incandescente. Estes são sempre graves e importantes e acontecem, geralmente, nas churrasqueiras, fogueiras, acampamentos, etc. De igual importância, as queimaduras causadas pelo fogo direto no corpo merecem cuidados especiais em centros de referência em atendimento a queimados.

Existe também a queimadura elétrica, muito grave, que pode acometer a pele, tecido gorduroso, músculos e ossos. É causada pela transformação da energia radiante em calor. Devido aos riscos de complicações como arritmias cardíacas ou convulsões, podem causar morte no local do acidente.

As queimaduras decorrentes da ação caustica aguda provocadas por um determinado agente químico são de grande importância e gravidade. Por isso é fundamental o mais rápido atendimento por médicos especializados, de preferência em centros de referência. São, entretanto, mais raras em nosso meio.

QUAIS SÃO OS TIPOS DE QUEIMADURAS?

As queimaduras mais superficiais como as causadas pela exposição excessiva ao sol são denominadas de Primeiro Grau, apresentam aspecto avermelhado na pele e são muito dolorosas. As de Segundo Grau caracterizam-se pela presença de bolhas. Já as de Terceiro Grau tem tonalidade esbranquiçada, tendendo ao marrom, chamado de aspecto marmoráceo e são muito graves.

O QUE FAZER:

QUAL A PRIMEIRA COISA A FAZER DIANTE DE UM ACIDENTADO COM PEQUENAS E MÉDIAS QUEIMADURAS?

Em qualquer tipo de acidente é muito importante que se observe se o acidentado está respirando bem. Nas queimaduras mais comuns, que são as causadas por líquidos aquecidos, fogo, etc, a melhor conduta é resfriar as lesões seja através de água corrente (torneira, chuveiro, mangueira) ou pela colocação de toalhas ou panos umedecidos em água ,em temperatura ambiente. Essa medida interrompe o calor residual que permanece mesmo após o acidente melhorando imensamente a dor. No caso de queimadura elétrica deve-se afastar a vítima do agente causador, através do uso de material isolante, como um pedaço de madeira, evitando-se tocar diretamente a vítima para que o socorrista também não seja atingido pela mesma descarga elétrica. Em seguida, deve-se levar o acidentado a um posto médico, para os primeiros atendimentos.

O QUE NÃO FAZER:

PASTA DE DENTE, MANTEIGA, PÓ DE CAFÉ, CLARA DE OVO, FOLHA DE BANANEIRA, POMADAS CASEIRAS E OUTRAS SUBSTÂNCIAS AJUDAM NAS QUEIMADURAS?

Não. Estas substâncias só atrapalham e às vezes prejudicam a evolução natural da cicatrização, causando infecções e piorando o quadro. Até que se encontre um atendimento médico, nada deve ser colocado em cima das áreas queimadas, nem mesmo pomadas que se tenha em casa. Deve-se apenas resfriar as lesões com água ou cobrir-las com toalhas, lenços ou panos úmidos.

OS BRONZEADORES DE FABRICAÇÃO CASEIRA PODEM CAUSAR QUEIMADURAS?

Sim, principalmente aqueles à base de folhas de figo (figueira). Nunca se utilize destes preparados. São perigosos e podem causar queimaduras extensas e muito graves.

Tratamento Cirúrgico :

Cabe ao cirurgião plástico o acompanhamento dos curativos, a indicação e a execução de debridamentos cirúrgicos para retirada de tecidos necróticos e, a realização de enxertias ou retalhos cutâneos para revestimento de lesões profundas. É ainda atribuição do cirurgião plástico a avaliação e o planejamento cirúrgico dos casos que evoluem com seqüelas, como retrações e cicatrizes hipertróficas.

Share This :

No comments so far!

Leave a Comment

Your email address will not be published.
Sitio web optimizado por: Diseño Web
Plugin Modo Mantenimiento patrocinado por: Plugin WordPress Maintenance